A HISTÓRIA DA MALHA


Em nosso país o esporte da Malha é praticado com mais intensidade que qualquer outro país.

A Malha é um jogo de origem antiga. Sua prática é relatada desde que começaram a ferrar os cavalos do exército romano. Para ocupar as horas de lazer nos acampamentos, os soldados tiveram a idéia de aproveitar s ferraduras imprestáveis, atirando-as contra estacas. Não tardou a divulgar o gosto pelo divertimento, tanto mais que o jogo constituía um bom exercício físico.

Com o tempo difundiu-se por toda a Europa sendo introduzido mais amplamente pelos colonizadores ingleses. Embora em muitos países o esporte seja praticado em sua forma primitiva, isto é, ferraduras atiradas contra estacas de uma determinada distância com o objetivo de laçar a estaca ou deixar a ferradura o mais perto possível da mesma.

O jogo de malha originou-se desse esporte e se organizou como atividade esportiva. No Brasil, o jogo, tanto como o de ferraduras, foi trazido por imigrantes portugueses. Documentos apontam que já no período colonial jogava-se malha em todo o país.

Jogava-se malha na França, na Itália, em tempos muito antigos e que não estão bem determinados. Fala-se no jogo de malha, em 1490, mas a prova de sua existência vem de um documento francês de 1644. Em Portugal, esse esporte e o arremesso de ferraduras, sempre foi muito popular com os nomes de chinquilho ou jogo do fito.

Em nosso país o esporte da Malha é praticado com mais intensidade que qualquer outro país do mundo tendo organização própria da Confederação Brasileira de Malha (CBM), promovendo campeonatos regionais, estaduais e a nível nacional, como a Taça Brasil e o Campeonato Brasileiro.