HISTÓRIA DA SINUCA


A história da Sinuca começa em 1875, durante um terrível período de intensas chuvas, na cidade de Jubbulpore na Índia. Mas como toda boa história existem controvérsias, existem relatos de países reivindicando a criação na Inglaterra, França, Espanha, Itália, China e outros. O próprio nome “sinuca” é um abrasileiramento do termo inglês “snooker”. Atualmente existem várias tipos de jogos como mata-mata, bola 8, bola 9, vida, fuca, 21, carolina, etc. – muitos deles originados nos Estados Unidos e não na Inglaterra, como é o caso do snooker.

Naqueles dias os oficiais Ingleses do Regimento Devonshire passavam muitas horas em volta de uma mesa de bilhar. Diversão era a ordem do dia para entreter e manter elevada a moral dos jovens rapazes. Um oficial subalterno, Sir Neville Chamberlain, buscando novas motivações, começou a fazer experimentações com as regras do bilhar.

Vários jogos foram inventados, criando as caçapas e envolvendo mais que as tradicionais três bolas de bilhar, surgindo diversas e novas modalidades. As variações agradaram aos jogadores e o inventivo Chamberlain começou a adicionar várias bolas coloridas, chegando, então, na forma básica do jogo hoje praticado.

Nas variações incluíram inicialmente 15 bolas vermelhas e mais 5 em diferentes cores; amarela, verde, rosa e preta, além da branca. O Snooker finalmente nasceu quando mais duas bolas foram adicionadas ao jogo: marrom e azul.

Então, a partir de 1880, o mundo passou a considerar a Inglaterra como inventora dessa nova modalidade desportiva. Em 1885, o grande jogador de bilhar John Roberts viajou para a Índia e foi apresentado a Chamberlain, contribuindo com a ampliação na divulgação do novo jogo.

Em 1926/27 Joe Davis ganhou, no primeiro campeonato mundial, o prêmio de £ 6,10, iniciando a era dos grandes prêmios no esporte do Snooker. Em 1986 Joe Johnson atingiu £ 70.000,00 em um único campeonato. Hoje os prêmios em campeonatos mundiais giram em torno de £ 3.000.000,00.

Fonte: Confederação Brasileira de Bilhar e Sinuca e http://www.sinucajogos.com.br

Regras e curiosidades!

Jogar sinuca costuma ser um passatempo divertido e prazeroso que ajuda a desviar a concentração e o stress do dia a dia para a mesa. Muitos pensam que para se jogar sinuca efetivamente é necessário muita técnica e destreza. Na verdade para quem pratica o jogo profissionalmente esses são os requisitos necessários, além de uma ótima concentração e coordenação motora.

Já para a maioria das pessoas jogar sinuca se resume mais ao lazer sendo uma forma de descontrair, seja jogando com familiares ou amigos. O jogo permite o uso de diferentes táticas de jogadas que qualquer indivíduo pode aprender e desenvolver ao longo do tempo. Muitas pessoas não sabem que existem regras, que bilhar e sinuca são jogos semelhantes mas ainda assim diferentes e que existe uma história interessante na origem da sinuca. Apesar de tudo, o jogo de sinuca é um jogo de fácil entendimento mesmo em suas várias modalidades e regras. No final das contas o objetivo sempre será encaçapar as bolas.

A bola 8 no jogo de sinuca já virou um mito, muitos não sabem o porquê e nem como mas já ouviram falar de uma “tal bola 8″. Experimente perguntar o que significa ou a que está associado “bola 8″ e uma alta percentual de pessoas vai lembrar de um jogo de sinuca ou bilhar. Em muitas modalidades a bola 8 tem um significado e o jogador tem de cumprir para alcançar a vitória. Para entender melhor como jogar e se divertir um pouco, este site disponibiliza alguns em que o tema é a bola 8. Escolha e se divirta.

http://www.sinucasinuca.com.br

Sinuca Bola 8 O jogo

Na categoria “Bola 8″ serão usadas 16 bolas, sendo:

Uma branca, identificada como tacadeira, e 15 coloridas identificadas como “visadas”.

As 15 bolas visadas são diferenciadas por:

Uma com o número 8 (de cor preta), sete com números de 1 a 7 sobre cores lisas, chamadas de “grupo das bolas lisas (menores)” e, outras sete numeradas de 9 a 15, sobre cores listradas e identificadas como “grupo das bolas listradas (maiores)”.

A partida contará com dois ou mais jogadores, vencerá a partida o jogador que primeiro encaçapar a bola 8, mas somente depois de ter sido encaçapadas todas as bolas do grupo de seu domínio;

Definidos os domínios dos grupos de bolas, para ser considerada válida, toda tacada deverá atingir primeiramente uma das bolas do grupo de domínio do jogador ativo;

Encaçapar licitamente o mínimo de uma bola, podendo ser a mesma jogada ou, por meio de carambola ou telefone, outra bola qualquer do seu grupo de domínio;

Jogar sem encaçapar bola ou cometendo falta determina o encerramento da ação na tacada, que passará ao adversário;

Após a jogada imediatamente seguinte, de qualquer dos jogadores, a falta não punida será desconsiderada.

Mesa aberta

Exceto a bola 8, com a mesa “aberta” qualquer bola poderá ser visada e jogada, até que se encaçape uma que determine os domínios dos grupos, valendo a carambola ou telefone. Não caracterizará falta o encaçapamento de duas ou mais bolas de diferentes grupos, enquanto a mesa estiver “aberta”.

A saída de partida

Usando um gabarito, as bolas visadas serão arrumadas sobre o campo de jogo em compacto formato triangular, com: Todas as bolas “coladas” umas nas outras, a bola 1 arrumada na posição frontal do triângulo, a bola 8 no centro das demais, uma bola qualquer no vértice e sobre a marca inferior, uma bola “lisa” (menor) em um dos extremos da “base” do triângulo, e no outro extremo uma bola “listrada” (maior) – (conforme figura em anexo pág. 3);

O vencedor de sorteio ou avaliação terá o direito da saída e poderá passá-la ao adversário, que não poderá recusá-la. As saídas seguintes serão alternadas;

No mínimo 2 bolas quaisquer deverão tocar qualquer das tabelas, podendo uma delas ser a branca;

Se a bola 8 for encaçapada na jogada de saída, a mesma deverá voltar à sua marca inicial, caso esta marca esteja ocupada, a bola 8 deverá ser posicionada na linha longitudinal voltada a tabela inferior o mais próximo possível da bola que estiver ocupando seu ponto inicial; o mesmo acontecerá com a bola branca (tacadeira) quando a mesma for encaçapada com falta;

Se na saída for encaçapada a bola 8 sem cometer outra falta, mesmo que juntamente com outras bolas quaisquer, o jogador ativo poderá:

Pedir nova saída, praticando-a normalmente ou requisitar a recolocação da bola 8 na marca inferior e continuar a sua tacada normalmente.

Faltas na saída de partida

Ao cometer qualquer falta na tacada de saída, exceto a bola 8 que volta ao jogo na marca inferior ou determina o reinício da partida, todas as bolas eventualmente encaçapadas permanecerão fora do jogo.

Serão consideradas faltas:

Não atingir um dos objetivos obrigatórios nas saídas

Lançar bolas para fora do campo de jogo;

Tocar em qualquer bola de qualquer forma que não seja com um toque lícito da sola do taco;

Encaçapar bola do grupo de domínio do adversário;

Suicidar-se (encaçapar a bola branca);

Bi-toque (dar mais de um toque na bola branca);

Jogar com qualquer bola ainda em movimento;

Jogar sem ter contato com o chão;

Fazer a bola branca saltar por cima de outras bolas do jogo;

Encerramento de partida

A partida estará encerrada quando:

For encaçapada licitamente a bola 8, após encaçapar todas as bolas do grupo do jogador em ação;

Um dos jogadores se der por vencido;

Quando estiver em jogo apenas a bola 8, o jogador que após ter encaçapado a bola oito suicidar-se (cair de branca) perderá a partida;

Se um dos jogadores estiver apenas pela bola oito e o outro com mais bolas do seu grupo na mesa, o atleta que estiver apenas pelo 8 suicidar-se (cair de branca) após encaçapá-la, a tacada passará ao adversário sendo concedido o benefício de retirar uma bola do seu grupo de menor valor e o mesmo terá uma tacada contínua para encaçapar as bolas que restarem na mesa, caso consiga, se tornará o vencedor, o mesmo acontecerá se o jogador encaçapar a bola oito e na mesma tacada encaçapar um bola do grupo der seu adversário.

Fonte: http://www.sinucasinuca.com.br