A HISTÓRIA DO TRUCO


O jogo de Truco foi concebido no século XVII no norte de Minas Gerais, mais precisamente na região onde estão localizadas atualmente as cidades de Pirapora e Aruruacamijara do Norte, por padres jesuítas que devido ao voto de castidade não possuíam nenhuma opção de entretenimento. O jogo original - atualmente conhecido como Truco Mineiro ou Truco de "mania" Fixa - difere do Truco Oficial por possuir "manias fixas": o quatro de paus é o "zapi", o sete de copas é o "sete copas", o ás de espadas é o "espadilha" e o sete de ouro é o "sete oro".

Na passagem para o século XVII, alguns bandeirantes aprenderam o Truco com os jesuítas e começaram a difundir o jogo pelo território brasileiro. O jogo se tornou muito popular durante o ciclo do ouro, principalmente nas grandes cidades mineiras da época.

Existem relatos históricos que comprovam que os Inconfidentes eram na realidade um time de trucadores que, descontentes com a falta de incentivo a este nobre esporte por parte do governo português, resolveram libertar o Brasil do domínio de Portugal. Mas Claudio Manoel da Costa e seus companheiros foram traídos por Joaquim Silvério dos Reis que fora desescalado do time substituído por Tiradentes. Joaquim Silvério dos Reis revelou os planos dos Inconfidentes às autoridades coloniais e ainda disse que o idealizador do plano era o pobre Tiradentes (desafeto de Silvério), que foi o que mais se deu mal nessa história. Como conseqüência, Portugal proibiu o truco e passou a perseguir os trucadores.

Mas o truco continuou a ser praticado na clandestinidade em sociedades secretas de trucadores. A mais importante delas foi a Sociedade dos Trucadores Unificados de São Paulo e Santos, da qual o príncipe Dom Pedro era sócio. No dia 7 de setembro de 1822, o príncipe Dom Pedro voltava de um dos churrascos promovido pela S.T.U.S.P.S quando recebeu uma carta de seu pai que autoritariamente ordenava que o jovem príncipe parasse de jogar truco. Ao ler a carta Dom Pedro ficou furioso, decretou a liberação do Truco no Brasil e aproveitando a empolgação (naquele dia ela já tinha matado uma garrafa de cachaça) proclamou a independência.

No dia 8 de setembro de 1822 foi fundada em Santos, SP o Conselho Mundial de Truco: órgão máximo de representação dos Trucadores de todo o mundo. No dia 23 de dezembro do mesmo ano foram anunciadas a novas regras (que vigoram até hoje, exceto no Paraná) para o jogo de Truco. As novas regras acabaram com as "manias fixas" possibilitando que os trucadores criassem novas "manhas" e "truques".